quinta-feira, 2 de abril de 2015

O leitor imerso, virtual



Com todos os aparatos digitais e possibilidades, não é difícil de imaginar como é esse tipo de leitor. Nada de rolos de papel como na Antiguidade, nem de grandes blocos de papel, nem objetos que o fazem tropeçar em diversos elementos que podem ser lidos e notados, como na letra de “Alegria, alegria”, de Caetano Veloso. Nada de ordem para ler. O leitor imerso está a todo tempo em prontidão para receber e ler novas informações, traçando seu próprio caminho em navegações alienares ou multilineares. É o leitor que passeia por várias dimensões de conteúdos através dos nós que as une, que pode ter uma leitura que não tem fim, que entrecruza os dados com outros textos, os compara e gera um terceiro ou um quarto conteúdo.

http://designices.com/os-3-tipos-de-leitores-contemplativo-movente-e-imersivo/